Mobilização Virtual contra a Aids


Mobilização Virtual contra AIDS / Foto: Rodrigo Sanches
O Instituto de Infectologia Emílio Ribas, unidade da Secretaria de Estado da Saúde e referência em doenças infectocontagiosas, lançou no último dia 24 de novembro sua  Mobilização Virtual contra a Aids. O coquetel de lançamento ocorreu na The Week, e contou com a presença de jornalistas, artistas, médicos e autoridades.
Fabiana Scaranzi / Foto: Rodrigo Sanches
Adriane Galisteu e Wanessa / Foto: Rodrigo Sanches
A iniciativa, que marca o início das celebrações do Dia Mundial contra a Aids, inclui o lançamento de um aplicativo web para que as pessoas possam customizar seus perfis nas redes sociais com um laço vermelho, símbolo da luta contra a Aids. Usando o app, a foto do perfil passa a ficar preto-e-branco, mas o laço aparece na cor vermelha, original, em destaque.
Wanessa / Foto: Rodrigo Sanches
A cantora Wanessa Camargo, representando o Unaids (Programa das Nações Unidas sobre HIV/Aids), do qual é embaixadora da Boa Vontade, contou uma história triste no palco do evento que o Hospital Emílio Ribas fez na noite de terça-feira (24) para promover sua campanha deste 1º de Dezembro. A campanha, Mobilização Virtual Contra Aids, convida, pelo Facebook, as pessoas a colocarem o lacinho vermelho, símbolo da luta contra aids, em suas fotos de perfil. Wanessa revelou que um amigo muito jovem morreu em consequência da aids, porque teve o diagnóstico positivo tardiamente.
 “Ele não queria fazer o teste, pois tinha muito medo do resultado. Não queria confirmar para não ter de viver com o fantasma da doença”, disse.
Pocket show da Wanessa / Foto: Rodrigo Sanches
Adriane Galisteu, madrinha do evento que, este ano, foi ancorado por César Tralli, apresentador do “SPTV”, da Globo. “As pessoas perderam o medo de se contaminar. Parece que estamos batendo na mesma tecla e não chegamos a lugar nenhum. Temos de colocar medo nos jovens e nos mais velhos, porque eles também estão se contaminando”, disse Adriane.

No palco do evento, na boate The Week, o tema preconceito também apareceu em duas falas. A do infectologista do Emílio Ribas Jean Gorinchteyn, idealizador da campanha  do lacinho vermelho no Facebook, e de Maria Clara Gianna, coordenadora do Programa Estadual de DST/Aids do Estado de São Paulo. Jean Gorinchteyn disse que os famosos  – além de Wanessa e Adriane,  Raul Gil, Ticiane Pinheiro, Fabiane Scaranzi – estavam ali representando os pacientes que não tornam pública a sua sorologia. “Infelizmente, eles se escondem num momento como esse [o da doença]. Isso porque existe uma outra doença atrás da doença, que é o preconceito.”


Sobre a campanha 

A campanha Mobilização Virtual Contra Aids é um sucesso no Facebook e você pode aderir, colocando o lacinho vermelho em sua foto de perfil, clicando aqui.


Por Rodrigo Sanches
Share on Google Plus

Sobre Rodrigo Sanches

    Blogger Comment
    Facebook Comment
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial